Subscribe Twitter

quinta-feira, 11 de abril de 2013

Ser gorda e adolescente!

Amadas estou fazendo uma enquete no facebook onde pergunto as minhas amigas o q acham de fazer um concurso Plus Size para as adolescentes.
Essa é a pergunta, opinem também ok?


Meninas, muitas adolescentes entre 15 e 17 anos me perguntam pq não realizo um evento voltado para elas, que tb são gordinhas , mas não tem idade para participar de um concurso .
Será q esse tipo de evento aumentaria a auto estima delas ou seria um estímulo para elas continuarem gordinhas?

Me ajudem respondendo!!!




Agora leiam o texto da Bruna Iara Fornitano, muito legal trocarmos experiências!



Ser gorda e adolescente...

Bom, como começar a falar deste tema tão complicado?
 Desde os meus 14 anos sou gorda, mas antes disso era uma criança normal, que não sofria preconceitos com isso.
 Então quando estava com 14 anos me vi uma gordinha, todos olhavam torto, e diziam “ Nossa como ela ficou assim”. Minha família sempre teve pessoas obesas, meu avô e minha avó sempre foram cheinhos, mas como ser uma adolescente e ter que conviver com isso?
Na escola sempre fui a mais engraçada, a que fazia piada com tudo. Sempre estava nas brincadeiras, mas tinha vergonha de ser a gorda da sala, de ter amigas mais magras. Mas fui feliz até.
Outra coisa difícil de conviver era o fato de que o preconceito partia da minha própria família, onde existem várias pessoas gordas, porque me chamam a atenção? Porque sempre tenho que escutar, você tem que emagrecer, pois você é muito nova, mas nunca fizeram nada para ajudar?
E mesmo escutando essas coisas, tive uma adolescência na medida do possível normal, tinham as pessoas que falavam pelas costas, que tinham preconceito, mas convivi mais ou menos bem com isso. O que me magoava e até hoje me magoa é como as pessoas me olham, pessoas da família.
Mas uma coisa eu digo, nunca tive problemas em ter namoradinhos nem nada do tipo, fui feliz, sai, dancei e fiz tudo que podia para ser feliz e “normal”. Tive amigos ótimos que sempre estiveram comigo sem se importar com o manequim que eu usava.
Enfim se você é gordinha, mas tem saúde, tem amigos que não se importam com seu peso nem nada do tipo, seja feliz, se ame mais, pois isso vai te ajudar no futuro, a ser uma pessoa mais feliz estando gordinha ou tendo emagrecido, a felicidade tem que vir em 1° lugar. 

Bruna


Muito bom... mande você seu depoimento também, publicarei aqui no blog sua opinião...

Beijinhos 

Renatha


1 comentários:

cristiana andrade disse...

Simplesmente amei seu texto!!!! =)

Postar um comentário