Subscribe Twitter

sábado, 20 de outubro de 2012

Lojas Marisa, que decepção!!!

Fonte:http://grandesmulheres.com.br/2012/10/18/marisa-que-decepcao/

Passeando pelos blogs da Net sobre Gordinhas, me deparei com esse "post" incrível e resolvi copiar para vocês verem que absurdo de preconceito a Lojas Marisa fez com a gente, confiram:

Blogueira Paula Bastos


 Hoje eu fiquei chateada. Chateadíssima, para ser sincera. Não vi televisão ontem à noite, mas nem precisei. Ao acordar, me deparei com vários tweets e inboxes dirigidos à minha pessoa perguntando se eu havia visto o comercial da Marisa. Fui ver. Quase caí da cadeira: me senti traída por minha loja do coração. Vocês que me leem sabem bem que as lojas em que eu mais compro são justamente a C&A e a Marisa e sou sempre só elogio para ambas, gratuitamente, sem nenhum tipo de parceria nem nada.

Sou apenas uma mulher que consome, que ama moda e quer se vestir bem. Eu via em duas das maiores lojas de departamento do Brasil a possibilidade de encontrar roupas bacanas, com um preço acessível. Meus looks do dia estão cheios de peças da Marisa. No ano passado, eles ganharam ainda mais o meu, e o coração de tantas outras brasileiras, ao desenvolver uma linha plus size e ao dizer que criavam moda para valorizar todos os biótipos de mulheres e, ontem, de repente, a marca se posiciona na mídia com o seguinte comercial:

O link do comercial no Youtube é esse:

http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=3iKNi8CSIEk


Eu fiquei chocada. Eu fiquei triste e me senti, como mulher e como consumidora, não só chocada, mas me intelectualmente ofendida. A Marisa pode querer dizer um milhão de coisas, pode alegar isso e aquilo, mas a verdade é a seguinte: não há como dizer que uma marca que vangloria as dietas malucas que inúmeras mulheres fazem para atingir o “corpo perfeito” que a mídia prega não está fazendo apologia a um padrão irreal para 90% da população.

Toda mulher faz dieta. Oi, eu faço dieta, mas sou gorda e ser gorda não significa que sou uma pessoa infeliz ou que nenhum homem me deseje com a aparência que tenho. O comercial da Marisa diz: “TUDO VALE A PENA”. Quer dizer, tudo vale a pena para ser magra: vale enfiar o dedo na garganta, então? Vale desmaiar de fome? Vale passar a vida contando calorias? Reflita! E quando a moça desfila em frente aos rapazes, quer dizer que todos os homens do mundo só gostam daquele tipo de mulher? Desculpe, mas tenho amigos que não pegariam uma mulher com aquele corpo magrinho porque gostam de “carne”. Gosto é gosto, por isso mesmo não se pode dizer que aquilo é o ideal, é o que todos querem, é o que todos admiram.

Enquanto eu e tantas outras pessoas batalham para dar voz a uma minoria que, por décadas é deixada de lado e, aos poucos estamos conquistando espaço e respeito, vem uma das maiores marcas do Brasil e me apronta uma dessas. É deprimente. Cadê o posicionamento do ano passado de valorizar todas as belezas? A Marisa se esqueceu que grande parte das pessoas que investem dinheiro em suas coleções vestem tamanhos acima do 44? Cadê a inteligência de mercado neste momento? Infeliz o trabalho da agência de publicidade que sugeriu esta ação, mas mais infeliz ainda foram as pessoas que assinaram o documento permitindo a execução desta ideia.

Não vou dizer para ninguém boicotar a Marisa, cada um faz o que quer, mas o que eu quero que vocês entendam é que gordo ou magro, TODOS TEMOS O DIREITO de aproveitarmos o verão, de sermos felizes e de arrancarmos suspiros de outras pessoas porque o mundo é assim: a beleza está na diversidade, nas diferenças e nas peculiaridades de cada um. Aquele clichê do “e se todos gostassem do azul, o que seria do amarelo?” é bem verdade. Não se deixe levar, não se deixe abater. O importante é sua saúde. Coma sim, chuchu, quinoa, baby cenoura e o caramba a quatro que eles mencionam no comercial, mas coma com saúde, coma combinando, coma sem se torturar. Ninguém precisa fazer nada radical para ser feliz, pois temos a vida toda pela frente. Gordo ou magro, tenha saúde.

Por Paula Bastos


Paula Bastos obrigada por expressar tão bem nas palavras o que nós todas sentimos...Parabéns!!!!

Beijos 

Renatha





2 comentários:

GGPremium disse...

Isso é lamentável Renatha. O mundo evolui, mas as pessoas não. Infelizmente o preconceito, seja na questão racial, social ou físico no caso de pessoas acima do peso, ainda persistem mesmo no século 21. Aproveitando, quero saber se aceita escrever em nossa página. Detalhes acesse o GG Premium

Percepção Cinzenta disse...

Lamentável. Enquanto a moda no mundo se posiciona de forma a não excluir ninguém vemos uma loja 100% brazuca agir assim...aloww de acordo com o IBGE, 55%da nossa população está ao menos acima do peso.
Realmente Lamentável.

Postar um comentário